segunda-feira, janeiro 17, 2005

As elites portuguesas...... (DS)

Segundo ele, no século XVIII houve o aparecimento de dois iluminismos, o francês e o escocês.
As elites dos Estados Unidos, a Alemanha, o Reino Unido e outros importantes países, adoptaram o iluminismo escocês, que tem como caracteristicas: apoio ao sector privado, adopção de medidas que contribuam para um crescimento gradual, sólido e sustentável, entre outras.
As nossas elites, foram influenciadas pelo iluminismo francês que tem ideologias muito opostas, entre elas, destaque para o desconfiança do sector privado e benefícios para a função pública, adopção de medidas radicais, não existindo assim um desenvolvimento sutentável (satisfazer as necessidades do presente sem retirar ás futuras gerações a possibilidade de satisfazer as suas). De facto, diz ele que as nossas elites foram influenciadas da pior maneira pois, do ponto de vista dele, a função pública não produz riqueza como o sector privado. E, um páis só pode ter uma economia forte e solida se o governo apoiar o sector privado. As regalias que os funcionários públicos possuem, nenhum trabalhador do sector privado possui, "sai" tudo do "bolso" dele. É, de facto incompreensível. Será que um funcionário da função publica contribui mais para o crescimento do país do que um funcionário do sector privado? Ou será o inverso?

1 Comments:

Blogger MiMi said...

Olha, acho que é o inverso; mas acabamos por entrar numa espécie de ciclo vicioso: para apoiar o sector privado é necessário reduzir as regalias da função pública...

Agora uma coisa é certa: O proprietário trabalha mais, porque trabalha para si próprio, e o lucro é proporcional ao trablho.
O funcionário público, salvo raras excepções, pode trabalhar que nem um escravo e ganha sempre o mesmo, agora com a redução do horário nocturno, a ver vamos, como diz o povo.

Até o governo Chinês já se apercebeu das vantagens da liberalização e da propriedade privada, então imagina, um país em que o Estado-todo-poderoso é soberano, apercebeu-se esta poderá vir a trazer para o Estado...

Só mais uma coisa que acho que já disse, adorei o teu blog, mas tens que mostrar mais a tua posição em relação às coisas.

Beijo*

10:03 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

 

 

   Links

Blogues

  • 31 da Armada
  • A Arte da Fuga
  • A Destreza das Dúvidas
  • A Origem das Espécies
  • Abrigo de Pastora
  • Abrupto
  • Atlântico
  • Axónios Gastos
  • Blasfémias
  • Bloguí­tica
  • Causa Liberal
  • Combustões
  • Conversas Vadias
  • Da Rússia
  • Do Portugal Profundo
  • Grande Loja do Queijo Limiano
  • João Pereira Coutinho
  • Letras com Garfos
  • Lóbi do Chá
  • Margens de Erro
  • My Guide to your Galaxy
  • O Futuro Presente
  • O Insurgente
  • O Mal de Portugal
  • O Observador
  • O Purgatório
  • Observatório da Jihad
  • Por Causa Dele
  • Por Tu Graal
  • Pura Economia
  • Quadratura do Círculo
  • Relações Internacionais
  • Retórica
  • Tempos Interessantes
  • Teoria da Suspiração
  • The Guest of Time
  • The Intelectual Life
  • Tomar Partido
  • Blogues Internacionais

  • Cato @ Liberty
  • Counterterrorism Blog
  • Freakonomics Blog
  • JCB Blog
  • Johan Norberg Blog
  • NEI Nuclear Notes
  • Private Sector Development Blog
  • Secondhand Smoke
  • The Conservative Philosopher
  • Imprensa

  • Público
  • Correio da Manhã
  • Jornal de Notí­cias
  • Diário Digital
  • Diário de Notí­cias
  • Agência Lusa
  • Diário Económico
  • Jornal de Negócios
  • Courrier Internacional
  • Expresso
  • Visão Online
  • Sol
  • TSF
  • Rádio Renascensa
  • Imprensa Internacional

  • ABC
  • Google News
  • Yahoo! News
  • The Economist
  • BusinessWeek
  • Foreign Policy
  • Time
  • Bloomberg
  • Financial Times
  • MSNBCnews
  • Foreign Affairs
  • CNN
  • Fortune
  • The Atlantic
  • The Times
  • The New York Times
  • Washington post
  • Zenit
  • Reuters
  • MercatorNet
  • Agence France Press
  • Courrier International
  • Le Monde
  • All Africa
  • Jornal de Angola
  • Invertia
  • Aljazeera
  • China Daily
  • Informações

  • IEEI
  • CIARI
  • IPRI
  • CIEJD
  • IGFSE
  • SEDES
  • Crí­tica
  • O Portal da Cidade de Braga
  • Universidade do Minho
  • Centro Universitário do Minho
  • Parleurop
  • Rede Eléctrica Nacional
  • Páginas Amarelas
  • Icep Portugal
  • Comissão Nacional de Eleições
  • Instituto Nacional de Estatí­stica
  • Dicionário de Lí­ngua Portuguesa
  • Banco de Portugal
  • Compromisso Portugal
  • União Europeia
  • Serviço de Informações de Segurança
  • Presidência da República
  • Portal do Governo
  • Diário da República Electrónico
  • Assembleia da República
  • Informações Internacionais

  • WTO
  • OPEC
  • OECD
  • OSCE
  • NATO
  • Hoover Institution
  • BP Global
  • Institute for International Economics
  • The World Bank
  • International Monetary Fund
  • Center for Security Policy
  • Chatham House
  • Council on Foreign Relations
  • Institut d'Études de Sécurité
  • Eurobarometer
  • Institute of Development Studies
  • G8 Information Centre
  • United Nations
  • Terrorism Research Center
  • The International Institute For
    Strategic Studies

  • CIA - The World Fact Book
  • Religião Católica

  • A Santa Sé
  • Opus Dei
  • Catholic Fire
  • Partidos Polí­ticos Portugueses

  • Partido Social Democrata
  • CDS/Partido Popular
  • Partido Nova Democracia
  • Partido Socialista
  • Partido Comunista Português
  • Bloco de Esquerda
  • Partidos e Instituições Conservadoras

  • International Democratic Union
  • The Conservative Party
  • Republican National Committe
  • American Conservative Union
  • The Churchill Center
  • Margaret Thatcher Foundation
  • Union pour un Mouvement Populaire
  • CDU/CSU
  • Conservative Party of Canada
  • Liberal Party of Australia